Meus amores, minhas dores. Tecnologia do Blogger.

Instagram

Instagram

Total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Por dentro ainda há sentimento.

Desejo tê-la perto, dar aquele abraço que ficou guardado comigo durante todo esse tempo. Nunca dei valor quando podia ter. Quando pude, por vezes abraça-la, não abracei. 
Sinto uma imensa vontade de dizer o quanto a amo, olhando em seus olhos. Sinto falta das caricias que eu não ganhei e nem pude dar.
Às vezes, quando a saudade aperta, as lágrimas são minha única companhia. É triste não ter sido uma boa pessoa para ela, e é mais triste ainda aprender a dar valor depois de perder!
Mas eu era apenas uma criança, tal que pensava que tudo podia esperar mais um pouco, daqui a pouco faria, mas esse "daqui a pouco" nunca chegou.
Queria ter cuidado dela, e ter os cuidados dela sobre mim, queria ouvir sua voz, ver teu sorriso, queria um abraço, forte.
Gostaria que ela não tivesse partido, assim, tão depressa. Poderia agora estar dizendo tudo que venho guardando diretamente a ela, e ao final de minhas palavras, lhe daria um abraço, apertado. Ela sentiria meu coração batendo forte e saberia que tudo que havia ouvido era verdadeiro.
Embora não esteja aqui, você vive em mim. Não há um dia em que eu não pense em ti. Guardei as lembranças que me restaram, e peço para que elas nunca sumam da minha mente. Guardei também o seu abraço, para quando eu for ao seu encontro possa da-lo.

Seja o primeiro a comentar

  ©Meus amores, minhas dores. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo